Archive | Sul da França (Côte D’Azur) RSS feed for this section

Sul da França

8 jun

Esta viagem foi super inesperada. Uma amiga estava vindo do Brasil e queria encontrar comigo e com uma outra amiga que mora na França. Pensamos, então, num território neutro. E deu tudo certo. Um sugeriu o sul da França e quando conferimos, as passagens estavam bem baratas, considerando  que a região é caríssima, principalmente no verão.

A princípio, pensamos em ficar num albergue em Nice, cidade para qual era o nosso vôo de chegada e partida. Porém, os preços estavam bem elevados. Como éramos 5, decidimos alugar um carro e ficar numa cidade ao lado de Nice (10 min do aeroporto), chamada Cagnes-sur-mer. E, por muita sorte, pesquisando hospedagem no site expedia, achamos um apê de dois quartos para alugar. Perfeito!

Apê

Economizamos muito, na verdade. Ficar numa casa sempre é mais barato. Fazíamos compras num supermercado perto e comemos fora mesmo somente dois dias. Um dia em Mônaco, quando estava comemorando 11 anos de namoro, ocasião especialíssima, e no último dia, quando fizemos questão de fazer um almoço longo para nos despedir da França e dos amigos, já que cada um seguiu para um lugar diferente. A gente fazia um café-da-manhã reforçado, beliscava qualquer coisa durante o dia e à noite passávamos no mercado para comprar comida e vinho. E o mercado é bem barato, se pode comprar queijos deliciosos a preço de banana e vinho também.

Almoço de despedida em Villefranche-sur-mer

Bem, mas voltando ao que interessa. Nessa viagem combinamos cidades de praia com cidades de montanha. Passamos, basicamente, pelas seguintes lugares: Nice, Vence, St Paul de Vence, Èze, Cannes, Juan-le-Pin, Villefranche-sur-mer, Cap Ferrat e Mônaco (que é uma cidade-estado, ou seja, independente e com governo próprio)

Café-da-manhã na varanda

Nice é uma cidade bem populosa, a quinta maior da França. Para falar a verdade, não exploramos muito Nice não. Basicamente caminhamos pela famosa Promenade des Anglais ( a avenida atlântica de Nice), visitamos a parte velha da cidade (bem charmosinha) e subimos numa espécie de fortaleza para ver Nice de cima. Além disso, tentamos ir a um cassino na Promenade des Anglais, mas foi bem caído. Ele era pequeno e o clima estava bem estranho, muitas pessoas vidradas olhando aquelas maquininhas…não curti não!

Promenade des Anglais – Nice

Vence é uma cidade localizada nos Alpes Marítimos. Visitamos a vila medieval do século 12, bem interessante. Essa parte é toda murada e ficamos impressionados com a arte de rua dela. Havia vários grafites interessantíssimos.

Vence

Mas gostei mais de Saint-Paul de Vence, que fica bem ao lado de Vence, no alto de uma montanha, com uma vista lindíssima da região. A cidade é micro, mas lotada de galerias de arte e restaurantes. A cidade tem uma tradição de abrigar artistas e ela respira arte mesmo, parecendo ser este o carro-chefe dela.

St Paul de Vence

St Paul de Vence

Fomos a Cannes também. Chegamos e fomos direto para a praia. O tempo estava excelente nesse dia e queríamos curtir um pouco o Sol. Depois fomos andar na Croissete, a famosa orla de Cannes, cheia de lojas carérrimas, hotéis e onde ocorre o famoso festival de cinema. Adorei o clima de Cannes! Fomos 1 semana antes do festival e pegamos toda a montagem dele. A cidade estava respirando cinema…no pôr-do-sol, fomos para a cidade de velha, que fica no alto e tem uma ótima vista da cidade.

Praia de Cannes

Eu tietando a mão da Meryl Strepp…rs!

Estação de ônibus – cinema para todo o canto

No caminho para Cannes paramos em Juan-le-Pins, umas das praias da região que Brigitte Bardot frequentava. Na verdade ela não tem nada demais, mas foi bom, de qualquer forma, para dar um mergulho e pegar um solzinho.

Juan-le-pins/Foto: Ricardo Acioli

Èze também é uma cidadezinha medieval no topo de um morro. A diferença é que ela tem uma linda vista para o mar mediterrâneo. Ela é mais uma cidadezinha charmosa da área, cheia de restaurantes e galerias de arte.

Villefrance-sur-mer foi uma das cidades de que mais gostei, juntamente com Cannes. Ela fica na encosta, margeando o lindo azul do mar. É lindíssima e cheia de restaurantes ao ar livre charmosos. De tão linda, já foi cenário de vários filmes. Fizemos questão de fazer um longo almoço ao ar livre, para aproveitar o delicioso clima da cidade.

Me apaixonei por essa cidade / Villefranche-Sur-Mer

Villefranche-sur-mer

Villefranche-sur-mer – não é à toa que essa região é chamada de Costa Azul/ Foto: Ricardo Acioli

Paramos também em Cap Ferrat que, como as outras, tem um porto cheio de barcos carérrimos e restaurantes ao ar livre para aproveitar o bom clima costeiro.

Próximo post: Mônaco!

Hotel: Residence Le Crystal

Mapa: