Sul da França

8 jun

Esta viagem foi super inesperada. Uma amiga estava vindo do Brasil e queria encontrar comigo e com uma outra amiga que mora na França. Pensamos, então, num território neutro. E deu tudo certo. Um sugeriu o sul da França e quando conferimos, as passagens estavam bem baratas, considerando  que a região é caríssima, principalmente no verão.

A princípio, pensamos em ficar num albergue em Nice, cidade para qual era o nosso vôo de chegada e partida. Porém, os preços estavam bem elevados. Como éramos 5, decidimos alugar um carro e ficar numa cidade ao lado de Nice (10 min do aeroporto), chamada Cagnes-sur-mer. E, por muita sorte, pesquisando hospedagem no site expedia, achamos um apê de dois quartos para alugar. Perfeito!

Apê

Economizamos muito, na verdade. Ficar numa casa sempre é mais barato. Fazíamos compras num supermercado perto e comemos fora mesmo somente dois dias. Um dia em Mônaco, quando estava comemorando 11 anos de namoro, ocasião especialíssima, e no último dia, quando fizemos questão de fazer um almoço longo para nos despedir da França e dos amigos, já que cada um seguiu para um lugar diferente. A gente fazia um café-da-manhã reforçado, beliscava qualquer coisa durante o dia e à noite passávamos no mercado para comprar comida e vinho. E o mercado é bem barato, se pode comprar queijos deliciosos a preço de banana e vinho também.

Almoço de despedida em Villefranche-sur-mer

Bem, mas voltando ao que interessa. Nessa viagem combinamos cidades de praia com cidades de montanha. Passamos, basicamente, pelas seguintes lugares: Nice, Vence, St Paul de Vence, Èze, Cannes, Juan-le-Pin, Villefranche-sur-mer, Cap Ferrat e Mônaco (que é uma cidade-estado, ou seja, independente e com governo próprio)

Café-da-manhã na varanda

Nice é uma cidade bem populosa, a quinta maior da França. Para falar a verdade, não exploramos muito Nice não. Basicamente caminhamos pela famosa Promenade des Anglais ( a avenida atlântica de Nice), visitamos a parte velha da cidade (bem charmosinha) e subimos numa espécie de fortaleza para ver Nice de cima. Além disso, tentamos ir a um cassino na Promenade des Anglais, mas foi bem caído. Ele era pequeno e o clima estava bem estranho, muitas pessoas vidradas olhando aquelas maquininhas…não curti não!

Promenade des Anglais – Nice

Vence é uma cidade localizada nos Alpes Marítimos. Visitamos a vila medieval do século 12, bem interessante. Essa parte é toda murada e ficamos impressionados com a arte de rua dela. Havia vários grafites interessantíssimos.

Vence

Mas gostei mais de Saint-Paul de Vence, que fica bem ao lado de Vence, no alto de uma montanha, com uma vista lindíssima da região. A cidade é micro, mas lotada de galerias de arte e restaurantes. A cidade tem uma tradição de abrigar artistas e ela respira arte mesmo, parecendo ser este o carro-chefe dela.

St Paul de Vence

St Paul de Vence

Fomos a Cannes também. Chegamos e fomos direto para a praia. O tempo estava excelente nesse dia e queríamos curtir um pouco o Sol. Depois fomos andar na Croissete, a famosa orla de Cannes, cheia de lojas carérrimas, hotéis e onde ocorre o famoso festival de cinema. Adorei o clima de Cannes! Fomos 1 semana antes do festival e pegamos toda a montagem dele. A cidade estava respirando cinema…no pôr-do-sol, fomos para a cidade de velha, que fica no alto e tem uma ótima vista da cidade.

Praia de Cannes

Eu tietando a mão da Meryl Strepp…rs!

Estação de ônibus – cinema para todo o canto

No caminho para Cannes paramos em Juan-le-Pins, umas das praias da região que Brigitte Bardot frequentava. Na verdade ela não tem nada demais, mas foi bom, de qualquer forma, para dar um mergulho e pegar um solzinho.

Juan-le-pins/Foto: Ricardo Acioli

Èze também é uma cidadezinha medieval no topo de um morro. A diferença é que ela tem uma linda vista para o mar mediterrâneo. Ela é mais uma cidadezinha charmosa da área, cheia de restaurantes e galerias de arte.

Villefrance-sur-mer foi uma das cidades de que mais gostei, juntamente com Cannes. Ela fica na encosta, margeando o lindo azul do mar. É lindíssima e cheia de restaurantes ao ar livre charmosos. De tão linda, já foi cenário de vários filmes. Fizemos questão de fazer um longo almoço ao ar livre, para aproveitar o delicioso clima da cidade.

Me apaixonei por essa cidade / Villefranche-Sur-Mer

Villefranche-sur-mer

Villefranche-sur-mer – não é à toa que essa região é chamada de Costa Azul/ Foto: Ricardo Acioli

Paramos também em Cap Ferrat que, como as outras, tem um porto cheio de barcos carérrimos e restaurantes ao ar livre para aproveitar o bom clima costeiro.

Próximo post: Mônaco!

Hotel: Residence Le Crystal

Mapa:

Anúncios

9 Respostas to “Sul da França”

  1. Cristal junho 11, 2012 às 6:41 pm #

    Delícia! Seus posts são sempre ótimos, Rhani. Tem aproveitado bastante mesmo a vida europeia, tem que ser assim!

    Ah, que vontade de viajar! Assim que acabar o doutorado faça as malas! E a tal ap que ficaram deve ter sido ótimo mesmo, a julgar pelo nome 🙂

    • desconstruindorhani junho 12, 2012 às 2:43 am #

      Daqui a pouco o seu doutorado acaba e aí ninguém te segura, amiga! Tem q me visitar de novo!!!=)

  2. luisaestanafranca junho 11, 2012 às 8:08 pm #

    Aaaahhh! Que saudade! Os lugares que visitamos foram mesmo maravilhosos, mas o que mais curti foi estar com vcs!! Afinal, nossos besteróis não tem preço (para a nossa alegria!! hahahaha)! Amo todos!!! 🙂

  3. Maria de Fátima Acioli de Lanteuil junho 12, 2012 às 3:56 am #

    É sempre agradável ler os seus textos. Esse especialmente me fez recordar os ótimos dias que passei nessa região, que é realmente linda! Espero que as dicas dadas tenham sido aprovadas. Beijinhos…

  4. Celso de Lanteuil junho 20, 2012 às 12:17 pm #

    Bem disse a Fatima, também gosto muito de ler o seu diário de bordo.
    Vida ruim essa!
    Nada mal mesmo Rhani.
    Costa azul, vinho e queijo nacional, Ricardo na área, tempo de cinema, esculturas e grafites criativos, Felipe sorrindo…
    Essas oportunidades são mesmo preciosas.
    Beijos.
    Celso

  5. Gabriela Malafaia maio 12, 2013 às 7:58 pm #

    Rhani, nem acredito que só vi esse post agora! E acabou tendo um sabor especial pq pude, um ano depois, lembrar da nossa maravilhosa viagem. Além do inesperado de conseguirmos estar todos juntos, visitamos lugares lindos e nos divertimos muito! Vendo as fotos consegui lembrar do sabor daquela manteiga que compramos no mercado e devoramos nos nossos cafés da manhã… delícia!!
    Fazer essa viagem na companhia de vcs, meu amigos, não teve preço! Que venham outras!!!

    • desconstruindorhani maio 13, 2013 às 8:44 am #

      Antes tarde do que nunca, né? Essa viagem foi incrível mesmo…outras há de vir como essa! Beijo grande.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: