De repente 30!

15 out

Desde que os 29 bateram em minha porta numa manhã de sábado com céu azul, já acordei pensando como seria a visita dos 30, que chegaram hoje, numa manhã fria londrina. Diferente dos 20, que mal tocou a campanhia e já entrou na minha casa excitado, agitado, pulando com uma ceveja na mão, os 30 chegou calmo, aceitou meu chá e com semblante tranquilo, sorriu para mim.

Há quem diga que hoje em dia os 40 são os 30 do passado. Então, seguindo a mesma lógica, os 30 de hoje são os 20 de outrora. Esta afirmação tem algum fundo de verdade, se é que podemos dizer que exista alguma verdade nesse mundo.

Os avanços tecnológicos nos trouxeram uma maior expectativa de vida e dificilmente alguém, hoje em dia, chega aos 30 achando que está na metade ou menos da sua vida. Antes, havia uma urgência de fazer a vida acontecer mais cedo. Para a mulher, então, a tecnologia permitiu a separação do prazer sexual da procriação, com a invenção dos métodos contraceptivos.  Isso fez com que a maternidade pudesse ser exercida bem mais tarde, depois dos 30 e até mesmo depois dos 40.

Essa vida que ficou para mais tarde reflete um pouco sobre como estamos chegando aos 30. E, por isso, talvez, o peso de alcançar tal faixa. Oficialmente, só agora deixamos de fazer parte da faixa etária dos jovens adultos para sermos, finalmente (u-hu!), adultos.

Lembro que fui personagem de uma reportagem que minha amiga fotógrafa Camilla,  na época jornalista do JB, estava fazendo sobre o dia Internacional da Mulher. Havia representantes femininos de todas as faixas etárias e eu fui a representante das mulheres de 20. A matéria tinha como pergunta básica “O que quer a mulher de 20, afinal?”. Não faço idéia sobre o que respondi, mas arriscaria dizer que em minhas respostas provavelmente haviam sonhos e desejos ligados à experiência profissional e à independencia financeira e, provavelmente, nada sobre planos de casamento e constituição de família, talvez só como um plano bem pro futuro.

Hoje, se fosse convidada novamente, já poderia falar no lugar da mulher de 30. E, o que vejo ao meu redor, é que a estabilidade só está vindo perto ou depois dos 30; muitos ainda estão tentando achar um lugar ao sol, procurando uma carreira que os satisfaçam financeiramente e pessoalmente; outros ainda querem viajar o mundo antes de ter filhos; alguns ainda não decidiram se querem casar; outros estão excercendo a paternidade/maternidade com todo zelo e dedicação; alguns estão ainda confusos em busca de algo para chamar de felicidade. Todos estão com sonhos ainda.

Bem, o grande dilema mesmo de fazer 30 (e assim por diante) está ligado ao fato de que não queremos jamais encarar a nossa finitude. Não é à toa que há uma recusa geral em envelhecer, uma corrida louca contra o tempo, que faz com que tentemos a todo custo eliminar qualquer marca que o tempo deixe na nossa pele e no nosso corpo para sermos jovens “forever”. E envelhecer, embora não exista idade certa para morrer, é um sinal de que estamos chegando lá…

Mas só envelhece quem vive, então que venham não só os 30, mas os 40, 50, 60, 70, 80, 90 e por que não, os 100…

Para terminar, “Forever Young” (1984), sonzinho brega dos anos 80 para representar a década da minha infância e também esse post melodramático! 😉

“Let’s dance in style, let’s dance for a while,
Heaven can wait we’re only watching the skies.
Hoping for the best, but expecting the worst,
Are you gonna drop the bomb or not?

Let us die young or let us live forever
We don’t have the power, but we never say never
Sitting in the sandpit, life is a short trip
The music’s for the sad man.

Can you imagine when this race is won?
Turn our golden the faces into the sun,
Praising our leaders, we’re getting in tune
The music’s played by the madman.

Forever young,
I want to be forever young”

Anúncios

10 Respostas to “De repente 30!”

  1. Camilla outubro 15, 2012 às 10:40 am #

    Amiga querida,

    chegar aos 30 tem um peso mesmo. Quando escrevi essa matéria, os 30 estavam muito distantes para nós. Mas o tempo passa rápido e ele já chegou. Primeiro para vc e em alguns meses para mim. É assustador? Lógico! O tempo está passando avassaladoramente rápido. Talvez Deus esteja querendo nos mostrar o quanto precisamos VIVER com sabedoria todos os nossos momentos. Não dá mais para perder tempo com bobagens, tristezas, aborrecimentos. Só dá tempo de ser feliz. E isso vc soube fazer muito bem! Aos 10, quando te conheci, aos 20, quando vivemos uma amizade mais intensa, e aos 30 quando estamos mais maduras, a Rhani sorridente, leve, feliz, amiga, conselheira é a q sempre vem na minha mente e lembranças. Isso é saber viver! E tem coisa melhor do q chegar à terceira década com tantos momentos felizes no passado?

    Te desejo muito mais luz, cor, saúde, paz, sabedoria e amor para vc, lindona. Q as próximas décadas sejam ainda mais felizes. E q eu esteja bem pertinho para testemunhar todos esses momentos. Vc me inspira!

    Te amo! PARABÉNS!!!

    Com carinho e saudades,

    Camilla!

    • desconstruindorhani outubro 16, 2012 às 9:54 am #

      Que linda mensagem, amiga! Bom caminhar com você e com tantas pessoas amadas e do bem ao meu redor. Somos felizes e agraciadas. Com 10 brincamos e brigamos muito pelas deliciosas bobeiras da vida escolar. Com 20 entramos na faculdade e experimentamos a liberdade, as festas, as confusões amorosas. E agora estamos com 30 e que a nossa amizade continue linda, sempre se transformando. Saudades mil.

  2. Fernanda outubro 15, 2012 às 11:00 am #

    Querida, ótimo post e ótimo comentário abaixo também 🙂 Meu dia de balzaquiana irá chegar em breve e ainda estou na fase da realização dos sonhos, ainda nao há nada concreto p/mim e às vezes sequer me sinto uma adulta de quase 30.
    Mas sim, o tempo passa p/ todos e agradecemos mais um ano de vida e as experiências vividas que serviram para construir o que somos hj!
    Parabéns mais uma vez! Que venham muitos e muitos anos felizes.
    Bjinhos

    • desconstruindorhani outubro 16, 2012 às 10:02 am #

      Obrigada, Fernandinha! Adorei seu comentário aqui. Não se preocupe, aos poucos tudo vai entrando nos eixos pra todos nós e o importante, como você disse, é viver! Beijão

  3. Maria de Fátima Acioli de Lanteuil outubro 15, 2012 às 2:32 pm #

    30 anos: “balzaquiana”, “menina ainda”, “mulher”… Tudo é uma questão de ponto de vista…
    Para mim, você é uma menina-mulher, com um coração imenso e uma alegria transbordante! Cheia de planos, sonhos e um futuro que se espelha cheio de sucesso pela pessoa brilhante que você é.
    A vida é para ser aproveitada em todos os seus minutinhos, sem tempo para medos, desânimos e tristezas. O seu olhar sobre a vida, sempre com otimismo, coragem e esperança fazem bem a alma – e a sua alma é linda!
    Parabéns pelo texto, pelo seu dia e por tudo o que você transmite para todos…
    Feliz aniversário e que seus 30 anos sejam maravilhosos…
    Beijos,

    • desconstruindorhani outubro 16, 2012 às 10:03 am #

      Lindona, como sempre arrasando nas palavras lindas, que só poderiam sair de alguém muito especial. Muito obrigada!

  4. Rafa outubro 15, 2012 às 2:35 pm #

    Linda,
    Primeiro, parabéns pelo seu dia! Q Deus encha sua vida de alegria, amor, saúde, etc! Que a gente possa comemorar sim seus 100 aninhos! Rsssss Imagine? Será que chego aos 102? Rsssss
    Não pense muito na idade que vc está fazendo hoje. Pense no quanto você viveu até aqui e o quanto há ainda para viver, conhecer, amar!
    Minha experiência ao fazer 30 foi ótima! Esperava sentir um peso, um baque, mas não. Foi tudo tão leve, tão bom, tão pleno. Tudo bem que estava com o maridão amor da minha vida numa cidade que sempre abitou meus sonhos. Rssss Voltando ao assunto, acho que este sentimento de plenitude é por causa de ter vivido todas as fases intensamente, o que faz com que eu não sinta vontade de voltar no tempo ou desejar que ele pare para sempre. Você deve pensar nisso, nós tivemos uma infância maravilhosa, brincamos horrores, crescemos, namoramos, viajamos, acampamos, choramos, aproveitamos a faculdade e tudo que ela pode proporcionar, construímos um amor sólido com pessoas maravilhosas, casamos, construímos um lar. Foi tudo vivido no tempo certo com as pessoas certas e é isso que importa!
    Aproveite seu dia sem pensar muito nos números! Rssss
    Q pena não poder estar ai para te dar um abraço apertado! T amo muito!
    Ah, o Pedro está te esperando no Skype para cantar parabéns! Uhuhuhuhuhuh
    bjs

    • desconstruindorhani outubro 16, 2012 às 10:05 am #

      Obrigada! Você está certíssima, como sempre…;)
      Recebi o parabéns mais lindo do mundo pelo skype. Uma aranhinha linda pulando no sofá e cantando para mim…rs!

  5. izaura outubro 15, 2012 às 11:01 pm #

    Minha linda sobrinha, prá mim você sempre será uma “menina” radiante!!! Números nada significam, o que vale mesmo é como nos sentimos e se temos sonhos, planos e energia seremos eternamente jovens!!! Que possamos comemorar muitas outras primaveras, outonos, invernos e quem sabe até verões…. Te amo sua tia e amiga IZaura

    • desconstruindorhani outubro 16, 2012 às 10:07 am #

      Que mensagem bonita, Izaura! Obrigada pelas palavras, carinho e consideração de sempre…você é uma querida amiga! Até breve!!!<3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: