Agora só em 2016!

14 ago

Ficou um vazio imenso com o fim das Olimpíadas. Desde que cheguei aqui esse assunto foi destaque. Nas semanas que antecederam o evento, a BBC exibiu vários documentários que contavam a história dos jogos e modalidades. Tínhamos acesso na TV a todos os eventos ao vivo, o que me fazia interroper a escrita da dissertação para assistir o Brasil ou qualquer outra modalidade num momento importante! (sim, nesse momento crítico tudo fica mais interessante, até fazer faxina! rs!)

Homenagem ao Emanuel na arena do vôlei de praia.

Para quem ama esportes, melhor época não há! Sei que existem milhares de críticas ao evento Olimpíadas, muitas bem justas, mas mesmo assim não consigo não me emocionar  com a ideia de um evento que reúne mais de 200 nacionalidades em torno do esporte. E que é tão antigo, iniciado na Grécia no século 8 antes de Cristo e que desde 1894 ocorre ininterruptamente, com exceção do perído da Segunda Guerra Mundial. Além disso, a cada vitória, dá para ver o quanto aquele atleta se esforçou, abdicou, investiu o seu tempo, acreditou e foi lá e venceu, às vezes de forma inesperada, com pouco crédito! A cada derrota, choro, decepção, frustração, que para alguns é o combustível para continuar e acreditar que nas próximas Olimpíadas será diferente. Para outros, o fim de carreira. São tantas emoções!

Na expectativa para assistir Ricardo e Cunha

Eu tive sorte entre aspas. Dos 3 tickets que tinha, que comprei há mais de um ano atrás, não fazia ideia se conseguiria assistir o Brasil. E acabou que tudo confluiu para eu assistir 3 jogos do Brasil! O problema é que assisti as quartas-de-finais do vôlei de praia, no qual o Ricardo e o Cunha foram eliminados. Assisti a semi-final do vôlei feminino de quadra, no qual as meninas do Brasil arrasaram com o Japão, felizmente. E assisti também a final do futebol Brasil e México, que acho melhor nem comentar! Ainda bem que sou Flamengo…rs!

Fazendo uma pré para o jogo de vôlei feminino

Mas independentemente das vitórias, eu amei estar no evento. A energia é a das melhores! E a minha experiência foi muito bem sucedida. Não tive problemas para chegar nos locais, metrô tranquilo (junto com o ticket, vinha um bilhete de transporte que podia ser usado à vontade no dia do evento!), tudo muito bem sinalizado, nada de tumulto para entrar e sair, banheiros com papel e limpos, estrutura excelente e staff preparadíssimo e simpaticíssimo. No quesito organização e praticidade, os ingleses arrasam sempre, se fosse o contrário, aí sim acharia estranho.

Vôlei feminino, Brasil x Japão.

Agora o jeito é esperar 2016! É claro que a preocupação é grande, e com razão, sobre como vai ser o transporte, a segurança, a venda de tickets, a corrupção solta com as obras sem licitações, as remoções desenfreadas e a “limpeza” do Rio para gringo ver (para quem se interessa, esse é um artigo do NY Times que discute as remoções por conta das Olimpíadas do Rio: Em nome do futuro, Rio está destruindo o passado). A minha preocupação gira em torno dessas questões, pois em relação à festa, acho que isso sabemos fazer muito bem e será lindíssima sem sombra de dúvidas!

No começo, só animação. Wembley, Brasil x México.

Quando pequena, via pela TV as Olímpiadas e nunca imaginei que um dia participaria de uma. Mas, por obra do destino, a de 2012 aconteceu na cidade onde moro atualmente e a próxima acontecerá no Rio, minha terra! E, se o universo permitir, estarei lá!!!

Menininho gringo do meu lado, todo vestido de Brasil e decepcionado logo após o gol!

Premiação….cabisbaixa!

Obs: voltando ao assunto Olimpíadas 2016, excelente texto do Jorge Bacellar aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: