Principais Museus de Londres

2 out

Nesse mês nada menos que 6 pessoas passarão pela minha casa. Cada um numa semana, alguns se esbarrando, outros não. Por conta disso, tenho trocado intensos emails “explicativos”, desde os mais burocráticos, relativo aos transportes, quanto os mais turísticos, sobre a cidade e suas atrações. Este post é resultado dessas conversas no privado!

Os maiores e mais importantes museus de Londres são gratuitos. Não pensem que por serem gratuitos são museus “caídos”. Justamente o contrário! São museus enormes, com uma vasta coleção e muito bem conservados! Há muitos turistas, mas também muito morador da cidade. Por serem espaços gratuitos, são lugares para se voltar muitas vezes, nem que seja só para entrar rapidinho, tomar um café e ir ao banheiro (são ótimos, geralmente!). E no inverno, com a impossibilidade de ocupar os espaços ao ar livre, são ótimos locais para se passar o dia. Alguns deles ficam cheios de crianças, há muitas famílias fazendo o programa de domingo neles, como já falei um pouco num post anterior.

Acho um desperdício não aproveitar essa vantagem, não somente por conta da gratuidade, mas pela possibilidade de aproveitar esses museus sem aquele peso do “agora que paguei, tenho que ver tudo!”. Como são bem localizados, em áreas bem turísticas, não custa nada entrar e dar uma conferida, sem compromisso mesmo. Se gostar, fica mais, se não, vê quais são as galerias mais indicadas e tchau. Afinal, nem todo mundo é obrigado a gostar de arte e, se obrigar a fazer todo o circuito, pode ser muito cansativo e chato.

Então vamos aos dito cujos: National Gallery, British Museun, Tate Modern, Science Museun, National History Museun e o Victoria & Albert Museun.

A National Gallery é uma  galeria dedicada à pintura Europeia Ocidental, do século 13 ao 19. São mais de 2300 quadros. O site é bem legal de ser olhado, pois ele indica os 30 quadros imperdíveis, que incluem obras dos famosos Monet, Van Gogh, Cézanne, Da Vinci, Rembrandt, Michelangelo, etc. Pode ser uma boa orientação de como explorar esse museu! Além disso, essa galeria fica na Trafalgar Square, praça turística – onde acontecem vários eventos –  e bem central, perto de Buckinghan, Leicester Square, Covent Garden, áreas que provavelmente serão passadas se você está aqui a turismo. E por que não entrar? Ao lado da National Gallery se encontra a National Portrait Gallery voltada exclusivamente para o retrato de britânicos historicamente importantes. Não sou fã dessa galeria, mas conheço pessoas que amam, pois aquelas pinturas posadas seriam a fotografia da época.

National Gallery

O British Museun  é imperdível para quem adora história. É um dos maiores museus dedicado à história da humanidade, cobrindo todos os continentes. O seu acervo conta com mais de 7 millhões de peças. É um choque quando se chega nele, pois há fontes, portais, estátuas enormes e paredes inteiras de diversas épocas e partes do mundo. Para alguns ele é símbolo do imperialismo e demonstra o quanto a Inglaterra saqueou o mundo inteiro. Inclusive, metade do que sobrou do Parthernon está lá e uma briga é travada desde os anos 80 com as autoridades gregas, que reivindicam essas peças, trazidas entre 1801 e 1805 pelo Lord Elgin. As autoridades gregas questionam a legalidade do direito do British Museun sobre as peças e o British Museun, por sua vez, se recusa a perder esse direito alegando que é um museu dedicado a cultura da humanidade e para a humanidade e, por isso, ele é gratuito, dividindo esse patrimônio cultural com mais de 6 millhões de visitantes que recebe anualmente. O legal é que na parte dedicada à Grécia, há um papel exposto aos visitantes explicando a “briga” e contatos do site do British Museun e do Hellenic Ministry of Culture para você ter acesso aos dois lados da história. Tentando ser breve, nesse museu se pode ver a Rosetta Stone, pedra a partir da qual se pôde decifrar os hieróglifos. A seção das múmias também é sensacional (Egyptian death and afterlife: mummies)

British Museun

Tate Modern é um museu dedicado a arte moderna e contemporânea, localizado na beira do Tâmisa. A área é linda. Em sua frente há a Milleniun Bridge – ponte para pedestre construída para comemorar os anos 2000, que dá na linda e importante catedral St Paul – e ao lado o Shakespeare Globe. Sem contar que a sua estrutura é o máximo, pois esse museu ocupa uma antiga estação de energia e, portanto, tem aquela estrutura de fábrica, com um chaminézão. Adoro esse contraste, de uma estrutura dura de fábrica no exterior e, no interior, um museu de arte moderna! O seu acervo é composto por arte do século XX e é dividido em temas: Poesia e sonho (surrealismo); Material Gesture (expressionismo); Energia e processo (arte povera); Estados de Fluxo (Cubismo, Futurismo, Vorticismo e Pop Art). Tem uma outra Tate em Londres, a Britain, dedicada a arte inglesa, mas a Modern é mais interessante, a não ser que você seja interessado em arte britânica e suas influências, particularmente.

Tate Modern

Vista da varanda do Tate. Ao fundo St Paul e à esquerda a Milleniun Bridge

Alguma obra do Tate - não me lembro o nome do artista!

O Natural History Museun, o Science Museun e o Victoria & Albert Museun (V&A) são três museus localizados em South Kensington, um ao lado do outro. Ficam bem perto do Hyde Park/Kensigton Gardens. Quem for a esses museus, pode aproveitar para ver o Albert Memorial no Kensington Gardens, um monumento super bonito em homenagem ao Príncipe Albert, encomendado pela rainha Victoria em homenagem ao marido falecido (em frente se localiza o Albert Hall, casa de concerto super bonita!)

O Natural History Museun é dedicado à história natural, ou seja, a tudo que se relaciona ao desenvolvimento das espécies e do planeta terra. Se estiver acompanhado de alguma criança, ele é imperdível. A parte dos dinossauros é super atrativa para os pequenos. Aliás, nesse museu e no de ciência você verá muitas crianças, fazendo uma farra só! Eu gosto das galerias dedicadas ao planeta terra!

Natural History Museun

Entrada da parte do Planeta Terra do Natural History Museun

O Science Museun é dedicado à ciência. Ele é bem interativo e também lotado de criança. Ele conta o desenvolvimento da ciência ao longo do tempo em relação a várias áreas, como matemática, aviação, computação, telecomunicação e por aí vai. Eu gosto bastante, acho que é uma boa pedida se você já não aguenta mais ver pintura e escultura pela frente!

Science Museun

Por fim, O V&A Museun é um museu dedicado a arte decorativa, com uma coleção permanente de mais de 4 milhões de objetos. Você encontrará nesse museu um pouco de tudo, roupa, escultura, jóias, tapeçaria, pilastras, tumbas, quadros, mobília de tudo quanto é lugar do mundo. Gosto particularmente da galeria sobre vestuário (como mudamos no modo de nos vestirmos em tão pouco tempo!) e as de jóias (impressionante, há jóias do mundo todo, algumas de antes de Cristo!). Vale a pena dar uma passadinha no café, que é lindíssimo e, se for verão, sentar no jardim interno do museu, onde as pessoas deitam na grama e se refrescam na água da fonte.

V&A Museun

Para mais detalhes, acessem os sites dos museus. Geralmente há  indicações do que é imperdível, importantíssimo para você programar a sua visita, principalmente se você não tem muitos dias na cidade e não pode se dar o luxo de perder horas a fio num museu só. Por curiosidade, olhem a lista de workshops e atividades de entretenimento infantil que acontecem nesses museus. Às vezes há “noitadas”, com DJ e tudo!

Estações de metrô:
– National Gallery: Charing Cross; Leicester Square.
– British Museun: Holborn; Russel Square.
– National History, Science Museun e V&A Museun: South Kensington.
– Tate: St Paul; Southwark.

Anúncios

4 Respostas to “Principais Museus de Londres”

  1. Lilian outubro 3, 2011 às 4:20 pm #

    Rhani,

    excelentes informações!!
    que tal virar guia turística em Londres?
    Você leva o maior jeito.
    beijocas
    Lilian

    • desconstruindorhani outubro 3, 2011 às 6:51 pm #

      hahaha…imagina, Lilian?! Ia adorar…=) Ganhar um dinheirinho passeando e mostrando essa cidade linda não ia ser nada mal!!!! bjsss

Trackbacks/Pingbacks

  1. Hot Brazil « desconstruindorhani - fevereiro 9, 2012

    […] que tinha como tema o Brasil. Já contei um pouco como funcionam os principais museus de Londres em posts anteriores e esse tipo de evento exemplifica bem o que disse antes sobre os museus serem mais do que museus […]

  2. Museu da Infância « desconstruindorhani - maio 24, 2012

    […] e está longe de ser um dos museus imperdíveis e principais de Londres, como alguns que já citei aqui. Mas, acho uma boa pedida para quem mora na cidade ou para quem já esteve em Londres por muitas […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: